Transição capilar, a volta dos cabelos naturais

transição capilarQuem diria que depois de 20 anos alisando o cabelo eu iria levantar a bandeira dos cabelos naturais e iria entrar de cabeça (literalmente :P) nessa história?! Mas também já chega, não é mesmo? É claro que cabelo liso é muito mais prático, principalmente pra o dia a dia, mas agora já tá todo mundo com a mesma cara, cabelo igual e eu já não aguentava mais ficar hoooooras no salão fazendo progressiva, descolorindo, pintando e sei lá mais o que. É sério, eu já fiquei um dia inteiro, inteiro mesmo no salão, papo de chegar 10 horas da manhã e só sair 7 horas da noite.

Antes de engravidar, eu já tinha colocado na minha cabeça que não alisaria nem pintaria meu cabelo durante a gravidez em hipótese alguma e em determinado momento eu tinha decidido que aproveitaria esse tempo para o meu cabelo natural crescer e depois que a Mel nascesse eu iria cortar tudo o que tivesse química e ia deixá-lo natural, ia usar a gravidez para fazer a transição capilar.

Eu realmente não fiz nada no meu cabelo durante a gravidez, meu cabelo ficou horroroso, e eu achei que tinha visto como meu cabelo natural era e não gostei do que vi. Apesar disso, fui para o salão decidida a cortar tudo o que tivesse química.

Mas sabe como é cabeleireira, como qualquer pessoa que ganha vendendo um serviço, é lógico que ela me convenceu a fazer a progressiva de novo, eu também queria ficar ruiva então fiz a progressiva, uma mais leve porque eu estava amamentando, descolori com descolorante sem amônia, também por causa da amamentação e usei tonalizante, não tinta. Transição capilar por água abaixo…

Quando a transição capilar realmente começou

Não sei se vocês sabem, mas escrevo para outros blogs, e um dia um cliente me pediu para escrever sobre No e Low poo. Puuuutz eu não tinha ideia do que era isso, mas não seria a primeira vez que ia escrever sobre algo que nunca tinha ouvido falar, então mais uma vez fui pesquisar e me interessei muito no assunto.

Não vou entrar em detalhes hoje, mas prometo escrever aqui no blog sobre essa técnica (atualização em 08/11 >> segue o post sobre No Poo), explicando rapidinho, o No poo consiste em abolir o uso de xampus e de todos os produtos que não são removidos sem o uso do xampu e o Low Poo é quando você usa xampus mais leves, ou seja, com menos sulfatos, e mais uma vez você também não pode usar produtos que não são removidos sem o sulfato, que são petrolatos, parafinas e mais algumas coisas.

Eu me interessei porque a explicação científica é bem convincente e o resultado nos cabelos crespos e cacheados parecia ser bem legal.

Algo que me convenceu também foi a Mel… não ela em si rsrsrsrs, mas é que o cabelo dela é bem cacheadinho e eu quero que ela cresça gostando do próprio cabelo e para isso ela tem que saber cuidar e também tem que ver um exemplo em casa.

Foi então que pesquisando mais eu achei um grupo simplesmente maravilhoso no Facebook para iniciantes no No e no Low Poo, elas têm uma super paciência para ajudar as iniciantes e lá tem muitas meninas em transição capilar, me pergunto por que não encontrei esse grupo antes? 🙁

O link do grupo é esse: https://www.facebook.com/groups/noelowpooiniciantes/

Infelizmente por um lado e felizmente por outro, o grupo cresceu demais depois de uma reportagem que saiu sobre a técnica e isso acabou estragando um pouco, então passei a usar mais um outro grupo feito por uma das meninas do outro grupo especialmente para crespas, esse aqui: https://www.facebook.com/groups/noelowpooiniciantes/

Até porque eu achei que meu cabelo fosse crespo, um 4A… Depois falo um pouquinho mais sobre tipos de cabelos. Qual não foi a minha surpresa quando eu descobri…

Como os meus cabelos naturais realmente são

Como eu disse, quando deixei meu cabelo crescer e foi aparecendo aquela raiz horrorosa e quebrada isso me ajudou a desistir, mas como poderia ser diferente? Um cabelo que não é liso, sem nenhum cuidado, com resquício de química e de processos físicos como escovas e chapinhas, como ia ficar bonito?

Mas foi com as informações do grupo do Facebook para Iniciantes no No e no Low Poo que eu comecei a entender como eu deveria cuidar do meu cabelo, e futuramente do da Mel.

No cabelo que não é liso a oleosidade que sai do couro cabeludo não de distribui pelo fio e por isso o cabelo tem essa aparência ressecada, então é preciso fazer muita hidratação, nutrição, reconstrução, umectação e mais hidratação, hidratação e hidratação. E isso não deve ser feito apenas durante a transição capilar.

Foi quando durante a transição capilar que eu descobri cachos que eu sequer sabia que tinha, ainda não tive coragem de fazer o famoso BC, sigla para a expressão Big Chop que em português quer dizer o Grande Corte, quando se corta todo o cabelo com química e deixa só a parte natural, independente do tamanho que ela esteja.

Atualização em 08/11/15, fiz o BC no dia 07/09, segue a foto:

transição capilar BC

Mas cortei um pouco e estou na transição há 5 meses, a última vez que fiz progressiva e pintei foi para o aniversário de um ano da Mel, eu aderi ao No Poo, que é um pouco mais rígido, comecei no dia 12 de julho, ou seja, tem mais de um mês e meio e os resultados foram tão surpreendentes que eu tive coragem de cortar bastante o cabelo. Veja as fotos do antes e depois abaixo. E se você estiver na transição capilar e quer falar sobre isso, coloca nos comentários, vamos passar juntas por essa fase 😉

Transição capilar Antes

Reparem nessa raiz que coisa bizarra!

 

transição depois início

Como está escrito no alto, essa foto tirei com apenas dias de No poo, antes de cortar.

 

transição capilar depois

 

 

transição depois

 

transição capilar cachos

É interessante citar que esse cabelo não está texturizado, não fiz bigudinho, babyliss nem nada do tipo

E aí, vamos assumir os cachos também?

Segue novamente o link do post sobre o No Poo >> No poo… nada de xampu

The following two tabs change content below.
Mãe em tempo integral da Mel. Escrevo há dois anos sobre maternidade, cabelos cacheados, saúde, emagrecimento, turismo e tudo o que pode te ajudar a viver melhor. Sempre com informações verdadeiras e atualizadas.

Latest posts by Katy Castro (see all)

6 ideias sobre “Transição capilar, a volta dos cabelos naturais

  1. Oi,gostaria de fazer o no poo,já ouvi falar,mas não entendi muito essa tecnica. Você poderia me explicar como fazer o no poo.Realmente funciona para cabelos hiper ressecados e muito crespo?

  2. Eliane, eu ainda vou fazer um post explicando melhor as técnicas, e eu não sou expert ainda. Nos grupos do Face que eu citei as meninas sabem muito e tem muitas fotos de produtos que são liberados.
    Basicamente é o seguinte, você irá deixar de usar xampu e irá usar um condicionador sem silicones para fazer a lavagem dos cabelos. Mas a técnica não se limita a isso porque a não utilização de xampu implica na não utilização de outros produtos cujos componentes não são removidos sem xampu como os petrolatos, parafina e silicones insolúveis.
    É por isso que eu considero os grupos importantes porque lá tem todos os componentes que são proibidos nas duas técnicas de No poo ou de Low poo.
    Respondendo a sua última pergunta sobre cabelos ressecados e crespos, faz muuuuuuita diferença pq quando você elimina os produtos com sulfatos fortes na hora de fazer a lavagem, você não remove a oleosidade natural dos cabelos e assim seu cabelo vai ficar bem menos ressecado, imagina um cabelo que é ressecado e você retira o pouco de oleosidade que ele produz, não pode ser bom, não é mesmo?! A ideia é essa 😉 espero ter te ajudado… bj

  3. Obrigada, Katy por me responder.Vou começar o no poo no cabelo da minha filha, fiz bc pois é fino e quebrou devido a química. Amei o seu blog, sempre irei dar uma passada aqui. Bjs

  4. Pingback: No poo - nada de xampu nos cabelos - Doce como Mel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.