Papinha salgada – receitas de papinha para bebê

papinha salgadaSe você já está buscando informações sobre como preparar e oferecer ao seu bebê papinha salgada, eu acredito que você já deve ter oferecido a papinha de fruta, caso ainda não tenha, sugiro que você veja aqui porque é pela papinha de fruta que você deve começar.

A papinha salgada vem depois principalmente porque o bebê só se alimentava de leite, seja materno ou artificial, e ele é mais adocicado, sendo assim, você deve fazer a introdução aos poucos. Eu expliquei um pouco mais sobre isso nesse texto aqui: Alimentos sólidos para o bebê de 6 meses.

Hoje vou falar tudo o que você precisa saber sobre a papinha salgada, como começar, vou dar algumas receitas, formas de fazer, como temperar de forma que ela fique bem gostosa para o seu filho amar e dicas de como conservá-la para que você não precise ficar cozinhando todos os dias.

Quando começar a oferecer papinha salgada

O leite materno deve ser o único alimento até que o bebê complete 6 meses. Quando chega essa idade você deve começar oferecendo as frutas, seja em forma de papinhas ou em forma de sucos. A pediatra da Mel falou para que eu só começasse a oferecer a papinha salgada 2 semanas depois de ter introduzido a fruta.

Eu acho bem interessante fazer dessa forma porque você vai estar fazendo a introdução gradual. Só quando o seu bebê estiver acostumado a consistência diferente e a fazer uma refeição por dia é que você começa a oferecer o almoço.

Segue o vídeo do primeiro almoço da Mel:

Quais alimentos oferecer primeiro na papinha salgada

Primeiramente você precisa saber que não pode, em hipótese alguma, colocar sal na comida do seu bebê, nem uma pitadinha. Não pense que a sua comida irá ficar sem graça, para você realmente vai ficar, mas é porque nós adultos já temos o paladar viciado, nós já estamos acostumados a comer sal e açúcar, o bebê não.

Você deve começar com legumes, verduras, tubérculos e uma fonte de proteína. Isso quer dizer que na refeição do seu bebê terá um tipo de folha, um a dois tipos de legumes, um tipo de batata e a fonte de proteína que são carne, frango ou gema de ovo.

Seu bebê ainda não deve comer arroz e feijão. No lugar do arroz serão as batatas e não terá nada no lugar do feijão ainda. A gema de ovo só deve ser oferecida uma vez por semana e o ovo será cozido. Não ofereça a clara do ovo ainda. Ela costuma desencadear alergia e alguns pediatras dizem que ela pode desencadear problemas mais sérios em bebês muito pequenos.

Como preparar a papinha salgada

Como o ideal é não bater a comida no liquidificador, você precisará preparar a papinha de forma que seja possível amassá-la com um garfo. Por isso eu acho bem interessante usar panela de pressão. A carne e a folha são mais difíceis de serem amassadas, eu sugiro que você coloque um pedaço grande de carne ou frango, e uma folha inteira dentro da panela de pressão, junto aos legumes picados, quando a comida estiver pronta, você tira a carne e a folha, ficarão apenas os nutrientes destes alimentos.

Os legumes e as batatas ideais para começar são os mais adocicados ou sem gosto, para que o bebê não estranhe muito. Então prefira cenoura, chuchu ou beterraba como legumes e a batata doce como tubérculo, assim a papinha “salgada” ficará mais docinha e o bebê que já está acostumado com a papinha de fruta vai aceitar essa tranquilamente. Não se esqueça de picar os legumes e a batata beeeeem pequenininhos.

Na hora de temperar você pode começar aos poucos, principalmente se seu filho for enjoadinho para comer. Os temperos a serem colocados na papinha salgada não podem ser artificiais como caldo Knor ou Sazón, apenas naturais como alho, cebola, tomate, azeite, ervas finas como salsa, cebolinha, cheiro verde, alecrim, manjericão, etc. Não coloque pimenta e mais uma vez repito, NÃO COLOQUE SAL.

Segue mais um videozinho da Mel comendo, mais uma vez eu faço quais os ingredientes que coloquei, veja:

A papinha salgada começa sendo oferecida apenas uma vez por dia, na hora do almoço. Procure dar exatamente os mesmos alimentos durante 3 dias, assim como você fez com a fruta, para o caso de o seu bebê reagir mal a algum alimento como sentir cólica, ficar com prisão de ventre ou com disenteria, você vai saber que o problema é com algum daqueles alimentos, então das próximas vezes você não vai oferecê-los a ele.

Veja algumas cadeiras de alimentação no Magazine Luiza: Cadeiras de alimentação para bebês

Como conservar a papinha salgada

Dificilmente você irá fazer uma quantidade que não vai sobrar, e jogar fora não é uma boa ideia. Você pode congelar em potinhos bem pequenos, suficientes para uma porção, sempre com um pouquinho de sobra. O bebê tem que comer até ele mesmo não querer e você não deve forçar, pode parecer estranho, mas ele sabe melhor que nós adultos quando está satisfeito.

Não recongele uma refeição que você já tentou oferecer, aquela em que você colocou a colherzinha na boca dele e colocou de volta na comida. Ela só deve ser oferecida novamente com menos de meia hora, passou disso ela deve ser descartada, já que pode fazer mal ao seu bebê.

Em breve falarei da introdução do jantar, de novos alimentos, do feijão, macarrão e etc. Continue acompanhando o Doce como Mel. Abaixo seguem alguns artigos dos quais você também deve gostar:

Introdução dos Alimentos sólidos – Doce como Mel

Papinhas de frutas – Doce como Mel

The following two tabs change content below.
Mãe em tempo integral da Mel. Escrevo há dois anos sobre maternidade, cabelos cacheados, saúde, emagrecimento, turismo e tudo o que pode te ajudar a viver melhor. Sempre com informações verdadeiras e atualizadas.

Latest posts by Katy Castro (see all)

4 ideias sobre “Papinha salgada – receitas de papinha para bebê

  1. Pingback: Alimentos sólidos para o bebê de 6 meses - Doce como Mel

  2. Pingback: Papinhas de frutas para o bebê de 6 meses - Doce como Mel

  3. Pingback: Desenvolvimento do bebê, saiba o que é normal - Doce como Mel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.