Financiamento imobiliário – Comprar casa parte 2

financiamento imobiliárioNo texto Comprar casa através do financiamento imobiliário, eu dei algumas dicas sobre os cuidados que você deve tomar e tudo o que você deve fazer antes de fechar o financiamento, você pode conferir esse texto aqui. Hoje vou falar sobre os trâmites do financiamento imobiliário.

Vou entrar mais detalhadamente no processo, como fazer uma simulação no site da caixa, além da entrada o que mais você vai ter que pagar e tudo mais que você precisa saber antes de entrar de fato no financiamento imobiliário.

Taxas do financiamento imobiliário

Infelizmente as taxas para comprar a casa própria através do financiamento imobiliário subiram muito, o crédito agora está muito difícil. O aumento começou com a Caixa e o Banco do Brasil, mas depois passou para os bancos privados, ou seja, não tem para onde correr.

Além de aumentarem as taxas, eles também restringiram o acesso ao crédito. Mas eu vou focar no financiamento imobiliário pela Caixa que costumar ter as melhores taxas e condições, mesmo depois das mudanças.

Hoje a taxa está em 9,45% para quem não tem nenhum tipo de relacionamento com a Caixa e 9,3% para quem tem. Como eu citei, a mudança não foi só na taxa, as condições também pioraram. Antes era possível financiar até 90% do valor do imóvel, ou seja, você só precisava dar 10% de entrada, hoje é necessário dar no mínimo 20% do valor do imóvel como entrada para conseguir o financiamento imobiliário.

Como saber o financiamento imobiliário que está ao meu alcance

No site da Caixa você consegue fazer uma simulação através desse link: Simulação de Financiamento Imobiliário pela Caixa. Quando você entra na simulação ele faz algumas perguntas e respondendo da maneira mais sincera possível é que você vai conseguir encontrar as melhores condições para você, mas como o sistema é livre, você pode refazer quantas vezes quiser, ou seja, você pode mudar algumas respostas e ver o que fica melhor.

Em alguns caso irá aparecer que a renda não é suficiente ou um valor de entrada muito alto, então será preciso ir ajustando para que fique o mais próximo da sua realidade possível.

financiamento imobiliário comprar casa

Quais os documentos necessário para o financiamento imobiliário

Levando em consideração que você vai pedir o financiamento imobiliário como pessoa física e usando o seu FGTS, você vai precisar apresentar os seguintes documentos:

  • Documento de identificação com foto que pode ser Carteira de Identidade, Carteira de Habilitação, Carteira de Categoria Profissional, etc.
  • Certidão de nascimento ou casamento
  • Comprovante de Renda
  • Comprovante de residência
  • Última declaração do Imposto de Renda e recibo de entrega à Receita Federal
  • Certidão negativa de débitos de tributos federais que você consegue com a Receita Federal
  • Certidão Atualizada de Inteiro Teor da Matrícula do Imóvel

Esse último e todos os documentos do vendedor independente dele ser pessoa física ou jurídica é entregue pela Consultoria no caso de você estar comprando um apartamento na planta. Essa consultoria vai dar toda a orientação na hora da compra, mas sempre se informe sobre tudo e peça tudo por escrito, geralmente a empresa é contratada para consultoria pela construtora, isso quer dizer que você está recebendo orientações da outra parte.

Financiamento imobiliário de casa na planta

Quando você vai dar entrada no financiamento imobiliário surgem várias taxas, inclusive a taxa de corretagem para pagar o corretor que te atendeu, só que essa taxa deve ser paga pela construtora e não por você. Caso essa seja uma imposição, você pode procurar um advogado ou guardar muito bem guardado o recibo para entrar na justiça posteriormente.

A compra de um imóvel na planta pode sair mais barata, mas costuma demorar muito, infelizmente no Brasil as construtoras não são punidas como deveriam no caso de atraso de obras, pelo contrário, elas têm um prazo de 180 dias para atrasar coberto pela lei, ou seja, você só pode entrar na justiça se o atraso for superior a esse prazo.

Então não conte com o imóvel até o prazo de 2 anos depois da data prometida por eles, ou seja, se você está pensando em marcar seu casamento, ou em programar sua mudança, em parar de pagar aluguel, só faça essa programação para no mínimo 2 anos depois da data prevista para a entrega, dificilmente eles entregam com menos tempo, caso entreguem, pelo menos você planejou mais para frente e a surpresa será boa.

Espero ter ajudado vocês. Se tiverem alguma dúvida ou sugestão sobre financiamento imobiliário, coloca um comentário. Se acha que esse texto pode ajudar mais alguém, compartilha com seus amigos. Assina o Feed do Doce como Mel para receber sempre as novidades no seu email.

E aqui está o link da primeira parte desse texto: Comprar casa parte 1

E tem alguns textos que você também vai gostar:

Dicas para fazer mudança

Como economizar dinheiro

The following two tabs change content below.
Mãe em tempo integral da Mel. Escrevo há dois anos sobre maternidade, cabelos cacheados, saúde, emagrecimento, turismo e tudo o que pode te ajudar a viver melhor. Sempre com informações verdadeiras e atualizadas.

Latest posts by Katy Castro (see all)

Uma ideia sobre “Financiamento imobiliário – Comprar casa parte 2

  1. Pingback: Comprar casa através de financiamento imobiliário - Doce como Mel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.