Low Carb, essa dieta eu PROVO que funciona

low carb

Pizza Low Carb feita por mim

Gente, para tudo! Low Carb: achei a dieta, dieta não, achei a reeducação alimentar da minha vida. É uma rotina fácil de seguir porque as comidas são gostosas de verdade e você come a vontade. Olha, eu juro que não é papo e blablabla de dieta louca da internet. Vou começar falando do meu resultado: em menos de 10 dias se foram três quilos.

Ok… você vai dizer que outras dietas também promovem esse resultado, que pode ser retenção de líquidos. Mas sem malhar e sem passar fome? Não estou dizendo que você não deve malhar e nem que deve me seguir nesse projeto. Mas é interessante que você me acompanhe se estiver procurando a dieta ideal pra você, porque com os resultados iniciais da low carb, que não foram só no emagrecimento, com certeza vou segui-la para o resto da minha vida.

Antes da Low Carb

Quem me conhece sabe a minha dificuldade de fazer dieta. Eu não comia salada, legumes, comia poucas frutas, muuuuuitos doces e na fila do pão era aquela que comia quatro e “não engordava”. Imagina uma pessoa dessas fazer dieta. Era sempre aquela luta, tem que comer verdura, legumes, não pode comer doces, frituras, etc…

Muita coisa disso não muda com a low carb, o que mudou fui eu e esse foi o melhor resultado da low carb pra mim. Pense numa pessoa que não passava um dia sem comer doce. Eu terminava de almoçar e já sentia falta daquele docinho.

Primeiro ponto importante, eu citei que comia quatro pães por dia e não engordava, mas também não emagrecia e olha que eu malhava quase todos os dias em casa. Não eram exercícios levinhos, eu suava mesmo e de vez em quando corria 3 km.

Então meu problema não era sedentarismo, mas sim uma alimentação totalmente desregrada, cheia de açúcar (que pra mim não é nada bom, levando em consideração que na gravidez eu tive pré-diabetes), cheia de massas porque além da rotina de alimentação que eu descrevo abaixo, de vez em quando ainda entrava numas pizzas, sanduíches e etc.

Minha rotina de alimentação antes da Low Carb

Eu era uma traça, não parava de comer. Se eu tava a toa eu comia, se estava ansiosa comia, se estava triste comia, feliz comia. Minha rotina alimentar era assim:

  • café da manhã: dois pães com margarina ou requeijão, café com açúcar e leite em pó.
  • lanche da manhã: se por acaso eu não comesse dois pães no café da manhã, mas só um, aí no lanche da manhã comia mais um, caso contrário comia biscoito, bolinho, qualquer besteira.
  • almoço: arroz (bastante), feijão bem completão tipo feijoada, carne e de vez em quando uma cenoura. Ou macarrão, muuuuito macarrão. Sem esquecer da sobremesa que era o doce que tivesse, mas de preferência chocolate, quando não tinha era leite condensado com nescau, puro, com banana, qualquer coisa doce, beeeeem doce.
  • lanche da tarde: mais dois pães franceses com margarina ou requeijão ou dessa vez um queijo com presunto e mais café com açúcar e leite em pó.
  • jantar: esse era o mais irregular, às vezes comia comida como no almoço, às vezes mais pão, muuuuuuitas vezes pipoca, biscoito, macarrão quando o maridão fazia, besteiras sempre.
  • ceia: beslicava o que tivesse em casa.

O que mudou em mim com a Low Carb

Tudo! Gente, não foram só os 3 quilos em pouco mais de uma semana. É impressionante que desde os primeiros dias da dieta minha vontade de comer doces já mudou de forma muito nítida, até o Ellan percebeu. E não foi só a compulsão por doces, mas aquela vontade de comer toda hora também acabou.

low carb

Aí só se foram 3kg, faltam 8

O principal problema é que não era muito fácil encontrar informações que batessem porque em um lugar dizia que podia uma coisa, em outro já dizia que podia outra, um dizia a quantidade de carboidratos em gramas, outro em porcentagem. Até que eu achei o site do Senhor Tanquinho e tudo ficou mais claro.

Além disso, também senti que minha pele melhorou, ficou mais uniforme, com menos cravos, espinhas e mais bonita. A retenção de líquidos também diminuiu demais. O sabor dos alimentos também fica muito diferente.

Hoje eu como morango sem açúcar nem creme de leite e acho uma delícia, não acho mais tão azedo. Tomo suco de maracujá sem açúcar, os legumes e verduras que antes eu achava o gosto ruim, hoje já não sinto assim. O açúcar deixa o paladar viciado, quando você o elimina da dieta, tudo muda. Como o chocolate 85% da Cacau Show e gosto.

Eu falei no início do post que emagreci esses três quilos sem malhar, mas só por causa dos sintomas da cetose que vou falar mais a frente. Mas agora eu já voltei a malhar, não como deveria por falta de tempo, já que agora estou trabalhando fora de casa também.

Como funciona a Low carb

Primeiramente é importante citar que não sou profissional de nutrição, nem de educação física ou nada do tipo. O que vou escrever foi baseado apenas em pesquisas na internet e na minha experiência. Se você tem alguma condição especial como diabetes, hipertensão, colesterol alto ou algo do tipo, sempre procure seu médico antes de iniciar qualquer mudança alimentar, ainda mais uma tão intensa quanto a Low carb.

A ideia é a seguinte, você precisa reduzir a ingestão diária de carboidratos de acordo com a quantidade de quilos que você precisa perder. Se você quiser perder até dez quilos, você só pode consumir até 50g de carboidratos por dia. Se você precisar perder acima de 20 quilos, você deve ficar abaixo de 20g de carboidratos por dia.

Mas é se eu quiser perder entre dez e vinte? Então você fica nessa faixa intermediária, sempre abaixo de 30 ou 40g por dia.

Para contar carboidratos você pode usar o aplicativo Fatsecret que pode ser usado tanto no celular quanto no computador. Você cria sua conta e aí vai inserindo os alimentos conforme for consumindo ou apenas para consulta.

low carb

Para saber mais sobre o Senhor Tanquinho e a Low carb, clique na imagem.

Sintomas negativos da Low carb

Existe um negócio chamado cetose, sobre o qual eu não vou entrar em detalhes porque é muito técnico da área de biologia, e eu sou de exatas, gente, não dá pra mim :D. Mas é mais ou menos o seguinte.
Seu corpo tem como principal fonte de energia o carboidrato, se você suprime isso, ele vai precisar buscar outras fontes de energia, que no caso é a gordura, tanto a consumida quanto a que você tem acumulada.

Quando essa transição ocorre, seu corpo sente e muito, e tenta lutar contra isso e fazer com que você desista. Os sintomas são variados, como por exemplo:

  • Dor de cabeça
  • Dor no estômago
  • Ausência de fome (esse é bom)
  • Gosto metálico na boca
  • Mau hálito
  • Preguiça e total indisposição, entre outros

Eu senti primeiro muita dor no estômago, depois veio uma dor de cabeça horrível, isso no primeiro dia em que fiquei abaixo de 50g. Aí no segundo dia, a dor de cabeça continuou e deu um gosto metálico que é impossível não perceber e também não tem como explicar se não pela cetose. Nesse dia eu também não sentia muita fome, fiquei com uma preguiça horrível, só com vontade de ficar deitada. Mas no terceiro dia eu já estava bem, o único sintoma que ainda insistiu foi o gosto metálico.

Algumas pessoas relatam até enjoos e vômitos, como uma menina no Fatsecret. O legal desse aplicativo é que também tem uma comunidade, uma espécie de rede social onde você pode compartilhar suas dúvidas e vitórias. Ele me ajudou muito.

Alimentos proibidos na Low Carb

Esse foi o ponto mais crítico para eu começar a Low carb porque eu não encontrava informações claras, até achar o material dos meninos do Senhor Tanquinho. Ele me guiou demais.

É mais fácil falar dos alimentos proibidos do que dos permitidos, então vamos a eles. O açúcar deve ficar totalmente fora do seu cardápio, e são todos os tipos de açúcar: glicose, lactose, frutose.

Eu juro que achei que essa seria a parte mais difícil pra mim, e se você acha que também vai ser pra você, sugiro que pelo menos tente, vai ver que é muito mais tranquilo do que pensa.

Hoje eu sinto muito mais vontade de comer salgadinhos do que doces. Salgadinhos do tipo fandangos ou as “pipocas” como as pessoas falam aqui no Nordeste.

Além do açúcar, você deve tirar tudo feito com farinha branca como pães bolos, biscoitos, e etc. Até aí não tem muita diferença das dietas tradicionais, a diferença da Low Carb é muito mais complicada porque bate de frente com conceitos antigos que estão arraigados como:

  • Coma grãos
  • Gordura saturada mata
  • Coma de três em três horas
  • Gordura vegetal é melhor que gordura animal
  • Gordura polinsaturada é boa

Na Low Carb, você não leva nada disso em consideração e futuramente vou explicar porque.

low carb

Esse é um dos criadores do programa do Sr. Tanquinho

Alimentos permitidos na Low Carb

O primeiro ponto é que a Low carb se baseia no alto consumo de gorduras monoinsaturadas ou saturadas, você só não deve consumir gorduras trans e polinsaturadas. A proteína não é o ponto alto da Low Carb, tanto é que ela também é chamada de LCHF, ou seja, Low Carb High Fat (baixo carboidrato alta gordura).

Mas gordura não engorda? Se você mantiver uma dieta rica em gordura e em carboidrato sim, você vai engordar, mas se sua única fonte de energia for a gordura você não vai engordar, vai emagrecer. Mas você não deve eliminar completamente o carboidrato da sua dieta como algumas outras dietas dizem.

Então você pode comer todos os tipos de carne com ou sem gordura, manteiga (não margarina), creme de leite, ovos, frutas com baixo carboidrato como abacate, coco, morango, maracujá e limão. Verduras no geral são baixas em carboidrato, mas é bom conferir.

Eu já ia me esquecendo de um ponto importante, você deve contar a quantidade de carboidratos diminuindo a quantidade de fibras, porque as fibras são boas. Então se um alimento tem 10g de carboidrato sendo 7g de fibra, ele é Low Carb e você pode comer.

Vou falar mais sobre a minha trajetória aqui e no Instagram @docecomomelblog. Lá vai ser mais fácil porque vou tirar foto das comidas, da evolução e quando tiver um assunto mais extenso, escrevo aqui.

Futuramente vou falar sobre o meu cardápio hoje em dia, sobre como faço para substituir aqueles alimentos com os quais eu estava acostumada há anos e fica mais difícil abandonar. Vou dar receitas e sempre falar sobre como está indo, responder comentários que tiver e etc.

Abaixo seguem mais alguns posts que vocês vão gostar:

Os riscos da obesidade

Emagreça com o Dr. Rocha

 

 

The following two tabs change content below.
Mãe em tempo integral da Mel. Escrevo há dois anos sobre maternidade, cabelos cacheados, saúde, emagrecimento, turismo e tudo o que pode te ajudar a viver melhor. Sempre com informações verdadeiras e atualizadas.

Latest posts by Katy Castro (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.