Alimentos sólidos para o bebê de 6 meses

introdução dos alimentos sólidosPor mais que a mulher ame amamentar, a ansiedade pelos seis meses do bebê para que se comece a introdução dos alimentos sólidos é muito comum, afinal nós somos ansiosas por natureza e quando se trata dos nossos filhos isso fica ainda mais evidente.

A introdução dos alimentos sólidos é realmente um momento muito importante e você precisa fazer tudo certo para criar desde sempre no seu filho bons hábitos alimentares.

Para te ajudar nessa fase de transição tão importante, eu fiz esse post. Vou falar um pouquinho sobre como essa introdução deve ser feita, vou usar vídeos e fotos, falar como você pode preparar as comidas da melhor forma, como fazer papinhas doces e salgadas bem saborosas e também o que você não deve fazer.

Só não espere que esse texto seja pequeno ou que o assunto tenha um texto só rsrsrsrs… não sei ainda, mas acho que esse vai ser mais um daqueles assuntos loooongos que pedem mais de um texto, vamos ver…

Introdução dos alimentos sólidos – como tudo começa

Infelizmente eu tive que começar a introduzir alimentos sólidos para a Mel antes dos 6 meses de idade porque eu voltei a trabalhar quando ela completou 5 meses, assim, mesmo eu tirando leite no trabalho, esse leite que eu tirava lá não era suficiente.

Não sei se você sabe, mas o bebê sempre puxa mais que a bombinha e só a sucção do bebê é capaz de estimular a produção de mais leite. Mas vou falar mais sobre isso em outro post.

A pediatra da Mel então mandou começar a introduzir alimentos sólidos dando papinhas doces (Atualização em 27/6: veja aqui tudo sobre papinhas de frutas) pela manhã durante 15 dias e então começar com alimentos sólidos salgados na hora do almoço (Atualização em 17/7: veja aqui tudo sobre papinha salgada), e só, ou seja, seriam duas refeições por dia.

No início, o bebê tem um reflexo de colocar a língua para fora mesmo na hora de comer os alimentos sólidos, porque é assim que ele mama, ele coloca a língua por baixo do seio, ou do bico da mamadeira para ajudar na sucção. Então quando você coloca a colher, ele coloca a língua para fora, isso dificulta bastante, e é por isso que você precisa ter muita paciência.

Abaixo tem um vídeo de quando começamos a dar alimentos sólidos doces para a Mel, e você vai poder ver esse reflexo da língua do qual estou falando, veja:

Seu filho também não está acostumado ao gosto e à consistência do alimento, então tenha muita calma, não o alimente com pressa, se tiver outra coisa para fazer, peça para alguém alimentá-lo, esse momento é muito importante e se for estressante para ele, isso já vai ficar na memória e pode atrapalhá-lo para sempre na alimentação.

É importante que os primeiros alimentos sólidos sejam as frutas porque elas são docinhas, mais parecidas com o leite materno do que a papa salgada. Se ele for bom de boca, você pode dar uma frutinha amassadinha, mas se ele estranhar muito, o ideal é que você vá mais devagar, ou seja, já que tanto a consistência quanto o sabor são estranhos para ele, comece mudando apenas o sabor, dando suquinhos, assim você não muda a consistência do que ele está acostumado. (Atualização em 27/6: Nesse texto aqui falo tudo sobre as papinhas de frutas)

Evite o abacaxi, por ser muito ácido pode cortar a boca do bebê. Prefira um suquinho de laranja lima, por exemplo, e não acrescente água, apesar de não ser um alimento sólido, também faz parte dessa introdução de novos alimentos. E como ele está começando agora, você vai precisar avaliar se alguma fruta faz mal a ele então você precisa passar 3 dias dando a mesma fruta e observar o bebê, observar o cocô, ver se ele reage bem.

Depois de três dias você muda a fruta. É por esse mesmo motivo que não é bom começar dando papa de frutas misturadas, porque se uma fizer mal você não vai saber qual foi.

Você não deve oferecer a fruta logo depois de dar o peito ou o leite artificial, espere pelo menos duas horas para ele estar com fome, mas não espere muito, se não ele pode acabar ficando com muita fome e vai ficar estressado porque o leite vem conforme ele puxa, já a papa você dá colher por colher, se ele estiver com muita fome vai ser tenso.

A Mel tinha muito isso, se você reparar no vídeo, a gente esperava um pouquinho para dar outra colherada e ela já jogava a cabeça pra frente e abria a boca querendo mais. Essa era uma reação tranquila, tinha vezes que ela gritava, chorava, era horrível, ela sempre foi muito gulosa. Introduzir os alimentos sólidos na rotina do bebê não é nada fácil.

Como eu imagine, o texto ficou grande, assim, no próximo texto vou falar das primeiras frutas (atualização em 27/6: segue o texto das papinhas de frutas: clique aqui), das papas salgadas, de receitinhas gostosas para o bebê e de como os alimentos devem ser oferecidos.

Abaixo seguem alguns textos que você deve gostar:

Papinhas de frutas

Papinha salgada

Amamentação, tudo o que não te contaram

Hidroginástica Emagrece

 

The following two tabs change content below.
Mãe em tempo integral da Mel. Escrevo há dois anos sobre maternidade, cabelos cacheados, saúde, emagrecimento, turismo e tudo o que pode te ajudar a viver melhor. Sempre com informações verdadeiras e atualizadas.

Latest posts by Katy Castro (see all)

8 ideias sobre “Alimentos sólidos para o bebê de 6 meses

  1. Pingback: Papinhas de frutas para o bebê de 6 meses - Doce como Mel

  2. Fico feliz que tenha gostado. Nos próximos dias vou falar sobre a papinha salgada. Tenho certeza de que o Miguel vai ser bom de garfo rsrsrsrs

  3. Pingback: Desmame, como tornar esse momento mais fácil - Doce como Mel

  4. Oii! Vi teu comentário em um post do Baby Center que tu tinha deixado esse link. Gostei das tuas explicações e do vídeo. Minha bebê tem 4 meses, ela não mama Leite Materno, eu tinha muito pouco e tive que dar complemento e ela ficava muito irritada quando eu tentava dar o peito.. Enfim, história longa! Tive orientação do pediatra de começar a dar suquinho, papinha agora e estou meio frustrada exatamente por causa desse reflexo, ela tenta “mamar” na colher kkk e o resultado é que sai tudo.. é um DESASTREEE! Se tem algum pedaçinho então na papinha ela bota pra fora mesmo, sem dó nem piedade. Agora estou tentando dar os suquinhos, ela faz cara feia de “que nojo”, toma bem devagarinho do tipo “Vou tomar pra agradar voces queridos, mas prefiro bem mais meu Nestogeno”.. Enfim, tá sendo uma luta. To pensando mesmo é em deixar para os 5 meses, quem sabe esse reflexo dá uma melhorada. Queria saber tua opinião. O único problema é que estou gastando muito com Nestogeno, está indo 2 latas de 800g por semana 🙁 Desculpe o texto comprido hehe

  5. Olá Kivian,
    a minha opinião é que é melhor esperar, mas é só uma opinião de uma mãe leiga que aprende as coisas na prática…
    Acho que se você esperar esse reflexo vai estar um pouco melhor e sua filha vai estar mais preparada para receber alimentos novos.
    Pedaços ainda não devem fazer parte da alimentação dela, ok?! Precisa ser bem amassadinho meeeesmo.
    Olha, eu nem consigo imaginar o gasto que se tem com leites artificiais, realmente deve ser bem complicado.
    Varie bastaaaaante nas frutas que você vai encontrar uma que ela gosta. Aqui no site tem mais dois posts sobre alimentação do bebê.
    São esses dois: http://docecomomel.com/papinhas-de-frutas/ e http://docecomomel.com/papinha-salgada/
    Eles também podem te ajudar…
    Respondi com texto comprido também rsrsrsrs
    mãe é mãe kkkk
    Bj

  6. Olá, muito obrigada, vou seguir teus conselhos! Hoje dei banana beeeeem amassadinha e ela reagiu muito bem.

    Sucesso com o blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.